A importância da vacina e os perigos da recusa vacinal


A importância da vacina e os perigos da recusa vacinal


João Lucas Batista da Silva, Kaio Miguel Mendes de Oliveira, Maria Clara Pereira Souza, Vitória Andrade Vasconcelos Brandão, Kaline Silva Castro.



As vacinas são substâncias capazes de estimular o sistema imunológico a produzir uma resposta a determinado antígeno. São desenvolvidas seguindo rigorosos estudos científicos, elaborados em fases laboratoriais e clínicas. Essas pesquisas avaliam a dose necessária, sua toxicidade e segurança, além da imunogenicidade e efeitos adversos. Com isso, as vacinas são seguras e fornecem proteção contra doenças infecciosas aos indivíduos e à população em geral. As campanhas de vacinação em massa são importantes estratégias de prevenção de doenças, podendo atuar na proteção inclusive dos indivíduos que não receberam a vacina. Entretanto, apesar dos benefícios, o processo de vacinação sofre com a desconfiança de parte da população, fato que resulta na diminuição da adesão às campanhas propostas pelos serviços de saúde e no ressurgimento de doenças já erradicadas. Diante desse contexto, o trabalho tem o objetivo de desenvolver uma ação educativa sobre a importância das vacinas na promoção da saúde coletiva. Contempla a meta três dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que tem foco na saúde e que busca contribuir para que as pessoas vivam mais tempo e em melhores condições. Além disso, é importante destacar o essencial papel da vacinação como estratégia para o controle da pandemia da COVID-19. Como metodologia, será elaborado um vídeo dinâmico, informativo e ilustrativo, como forma de conscientizar adolescentes, adultos, idosos e crianças, sobre a importância da vacinação. Para a gravação, um esquema que lembra um mapa conceitual será utilizado, com explicações diretas e com uma narração de linguagem acessível. Além disso, o vídeo apresentará uma legenda para que as pessoas surdas tenham acesso ao material. Por fim, o material poderá ser compartilhado nas redes sociais, para alcançar o maior número de visualizações possíveis. Assim a tecnologia e a internet serão utilizadas no enfrentamento de uma problemática atual. Como resultado, espera-se que a ação educativa coopere com uma maior aceitação das pessoas aos imunobiológicos. Essa estratégia contribuirá com a sustentabilidade, tendo em vista que as próximas gerações também serão conscientizadas, a partir da colaboração da sociedade atual.


Palavras-chave: Vacinas. Sustentabilidade. Saúde coletiva. Tecnologia.