DIREITOS HUMANOS E POLÍTICA DE COTAS RACIAIS NO BRASIL

TEMA: DIREITOS HUMANOS E POLÍTICA DE COTAS RACIAIS NO BRASIL


GRUPO: KATHELLEN BEATRIZ BATISTA DE ARAUJO, LETÍCIA BATISTA PEREIRA, RANYELLEN TRIGUEIRO DA CUNHA, EMILE KATHERYNNE BARBOSA MARÇAL, LUZIELY DE SOUZA ALVES

ORIENTADORA: TURLA ANGELA ALQUETE DE ARREGUY BATISTA



Este trabalho apresenta um podcast sobre a importância das cotas raciais para a redução das desigualdades sociais, educacionais e econômicas. Direitos Humanos são uma categoria de direitos básicos assegurados a todo e qualquer ser humano, não importando a classe social, raça, nacionalidade, religião, cultura, profissão, gênero, orientação sexual ou qualquer outra variante possível que possa diferenciar os seres humanos. As cotas raciais asseguram parte dos direitos básicos na medida que visam reduzir as desigualdades sociais, educacionais e econômicas causadas por grupos raciais que possuem privilégios sobre outros. De acordo com o Censo de 2010, a população de pretos, pardos e indígenas representam aproximadamente 52% da população brasileira e, apesar de ser maioria, esta população possui menos direitos e ocupa menos espaços de chefia e de relevância social. No Brasil, a desigualdade entre as raças tem suas raízes na escravidão e a política de cotas busca reverter o quadro de diferença de oportunidades até então perpetuada durante séculos. As cotas raciais no Brasil se aplicam apenas aos pretos, pardos e indígenas. No atual sistema de ações afirmativas raciais para ingresso em universidades e instituições de ensino federais, 50% das vagas devem ser destinadas a pessoas de escolas públicas. Dessas vagas, 25% são para pessoas com renda familiar inferior a 1,5 salário mínimo, e a outra metade está aberta para pessoas com renda familiar superior a 1,5 salário mínimo, desde que tenham completado três anos de estudos de segundo grau em escolas públicas. O cálculo do número de vagas de trabalho para pretos, pardos e indígenas é realizado por meio dos dados censitários. As áreas com mais pessoas negras devem fornecer mais reservas locais para essas pessoas, os Estados com mais pessoas indígenas devem fornecer mais reservas locais para os indígenas, e assim por diante. As cotas raciais tem como intuito ajudar quem é pardo, pretos e principalmente indígenas e são aplicadas obrigatoriamente no serviço público para o ingresso nas universidades, concursos públicos e bancos.


Palavras-chaves: Direitos Humanos, Cotas Raciais, Ações Afirmativas.


Cotas raciais .pdf
DIREITOS HUMANOS E COTAS RACIAIS2.mp4