Paulo Freire e seu legado para educação brasileira e mundial


IFPB – CAMPUS CABEDELO


ORIENTADORA: ALESSANDRA MEIRA DE OLIVEIRA


ALUNOS:

Sarah Rayssa de Feitas Limas, Matrícula: 202017520025

Turma: 2° ano/Recursos pesqueiros


Isabelle Vitória Pereira Da Silva, Matrícula: 202017520009

Turma: 2° ano, Recursos Pesqueiros


Karolina Vitória Gonçalves da Silva, Matrícula: 202017520026

Turma: 2° ano, Recursos Pesqueiros


Jamilly Vitória Dos Santos Silva, Matrícula: 202017520031

Turma: 2° ano, Recursos Pesqueiros



Paulo Freire e seu legado para educação brasileira e mundial



Segundo dados do IBGE (2020) o Brasil ainda conta com 11 milhões de pessoas que não sabem ler nem escrever. São cidadãos a partir de 15 anos de idade que não conseguem ler nem formular pequenos textos. A educação no Brasil ainda reflete a triste história de exclusão social, condição agravada durante a pandemia com a falta de investimento e os cortes no orçamento para educação por parte dos governos. A alfabetização não pode se limitar as competências e habilidades de leitura. Ela abrange o avanço nas dimensões sociais, culturais, econômicas, políticas e tecnológicas do país visando combater a exclusão social nesses âmbitos para que os sujeitos na vida social possam exercer sua plena cidadania. A história de Paulo Freire está diretamente ligada à história da educação no Brasil. No fim dos anos 50 e começo da década de 60, o educador idealiza a educação popular e realiza as primeiras iniciativas de conscientização política do povo, em nome da emancipação social, cultural e política das classes sociais excluídas e oprimidas. Este trabalho tem como objetivo discutir a importância do legado de Paulo Freire por uma educação libertadora no Brasil e no mundo.



Palavras chave: Educação, alfabetização, educação libertadora, exclusão social.