TROCAS INTELIGENTES: COMO SUBSTITUIR OS ALIMENTOS PARA PREPARAÇÕES MAIS SAUDÁVEIS

TROCAS INTELIGENTES: COMO SUBSTITUIR OS ALIMENTOS PARA PREPARAÇÕES MAIS SAUDÁVEIS


A pandemia da COVID-19 trouxe graves consequências à segurança alimentar e nutricional (SAN), devido a alterações de hábitos alimentares, em decorrência da busca por alimentos mais baratos, e muitas vezes, de pior qualidade nutricional. Assim, os alimentos processados e/ou ultraprocessados tornaram-se mais presentes na alimentação popular, por serem menos perecíveis, mais práticos e, para alguns grupos de alimentos, como aqueles que são fontes de proteínas, mais acessíveis. Para que a alimentação saudável seja um instrumento para a promoção de saúde, ações que visam informar, educar e capacitar as pessoas tornam-se necessárias, na intenção de conscientizá-las quanto à necessidade de mudança de hábitos pessoais, tornando-as multiplicadoras de bons hábitos. Nesse sentido, a oficina “TROCAS INTELIGENTES: COMO SUBSTITUIR OS ALIMENTOS PARA PREPARAÇÕES MAIS SAUDÁVEIS” foi idealizada com base em parte do Projeto de Extensão “SOPA DE LETRAS: PARA NUTRIR E INFORMAR EM TEMPOS DE PANDEMIA”, aprovado pelo edital n. 17/ 2021 – PROBEXC/ IFPB, aplicada a comunidades beneficiárias atendidas por parceiros sociais do Núcleo de Extensão DEMADC/ IFPB, por meio de capacitações e palestras sobre temas relacionados à educação nutricional. Esta proposta de oficina visa promover ações de conscientização sobre educação nutricional para a comunidade em geral, em condição de vulnerabilidade social ou não, pertencente às áreas de abrangência do IFPB, Campus Cabedelo, buscando enfatizar a valorização do consumo consciente de alimentos naturais e/ ou com o mínimo de processamento, com aproveitamento integral dos mesmos, e a apresentação de versões mais saudáveis para os produtos industrializados processados e ultraprocessados, feitas artesanalmente, tanto para consumo próprio, quanto para uma possível comercialização e geração de renda extra, servindo como incentivo para o empreendedorismo. Para isso, sugere-se a execução de um minicurso teórico-prático, com apresentação de conceitos básicos sobre os níveis de processamento dos alimentos, e demonstração em tempo real de preparações inspiradas em produtos alimentícios processados e ultraprocessados, porém, com substituição de insumos industrializados por ingredientes naturais, de modo a apresentar uma alternativa mais saudável a produtos industrializados existentes no mercado. Dessa forma, a partir de ações de educação nutricional, espera-se que seja possível promover saúde, estimular a curiosidade de se testar outras preparações com essa ideia de substituição de ingredientes pelas opções mais saudáveis, e possibilitar as oportunidades de geração de renda à comunidade em geral e aos que se encontram em situação de vulnerabilidade social, além de muito aprendizado para os participantes envolvidos nessa proposta.


Palavras-chave: Segurança Alimentar e Nutricional. Alimentação Sustentável. Processamento Mínimo.


Autores:

Poliana Sousa Epaminondas Lima (IFPB CABEDELO) – Professor;

Ellen Moreira Brandão (IFPB CABEDELO) – Aluna (ministração da oficina);

Anna Carolina Figueiredo de Albuquerque (IFPB CABEDELO) – aluna;

Thiago Wellington Martins dos Santos (IFPB CABEDELO) – aluno;

Ana Maria Barbosa Neves (IFPB CABEDELO) – aluna.