Combate à Desertificação e Medidas para Tornar um Mundo neutro

Ods 15

NOME DO PROJETO: Combate à Desertificação e Medidas para Tornar um Mundo Neutro

INTEGRANTE: Gabriela Aurora, André Luiz, Jayane Freire, Eduardo Henrique, Julia Maria, Elder Henrique, Guilherme Silva, Fernando Emanuel, Ana Carolina, Helen Sofia, Evelyn Cristine

ORIENTADOR: Thyago Silveira

RESUMO DO PROJETO

A desertificação é o processo de degradação dos solos pela seca excessiva e pela rápida perda de nutrientes, resultando na formação de uma paisagem correspondente à dos desertos. É importante destacar que esse fenômeno ocorre em regiões de clima árido, semiárido e subúmido, onde o processo de evaporação é superior ao de precipitação. Não podemos esquecer que em muitos casos, é comum confundirmos Deserto com Desertificação. A diferença entre ambos é que a palavra deserto significa uma paisagem ou região estéril ou não propício à vida, devido à baixa pluviosidade, já a desertificação é o processo de degradação do solo e a perda de produtividade devido a terra ser muito seca. Para tanto, o objetivo desse trabalho foi divulgar as causas e consequências da desertificação no mundo e no Brasil. A metodologia se baseou em pesquisas científicas para encontrar dados importantes, e efeitos desse fenômeno mundial. Como resultados temos que as causas para este fenômeno podem ser tanto por ações da natureza, como mudanças periódicas de climas, quanto pela ação humana. Tendo consequências que afetam três principais áreas sendo elas: a Social, a Ambiental e a Poluição das Águas, que apesar de não conhecermos tanto, é importante ser discutida. No Brasil, esse processo ocorre, majoritariamente, na região Nordeste, atingindo uma área total de 1,3 milhão de km², cerca de 15% do território, e envolve localidades já desertificadas e áreas com elevado risco e suscetibilidade. A desertificação afeta atualmente 110 países de regiões áridas e sub úmidas enfrentam o terrível problema da desertificação. Como conclusões foi possível identificar que metade dos habitantes do planeta vivem com essa degradação do solo e anualmente perdemos cerca de 24 bilhões de toneladas de solos férteis. Atualmente não temos uma lei que abrange a desertificação no mundo, mas o governo brasileiro possui o projeto PAN-BRASIL (Programa de Ação Nacional de Combate à Desertificação) que tem por objetivo desenvolver a sustentabilidade de áreas suscetíveis a desertificação através da formulação e execução de políticas e investimentos privados, promovendo tanto o combate à desertificação quanto a pobreza e desigualdade.